Pular para o conteúdo
Início » Treino FST-7: O que é? Como Fazer?

Treino FST-7: O que é? Como Fazer?

Como fazer o treino FST 7?

O treino FST-7, ou “Fascial Stretch Training” (sendo ‘7’ o número de séries de finalização do treino), foi usado como uma ferramenta de treino por atletas do Men’s Physique como Jeremy Buendia e profissionais do Open Bodybuilding como Phil Heath .

Criado pelo treinador de fisiculturistas Hany Rambod, o treino FST-7 promete proporcionar um crescimento muscular impressionante em um pouco tempo, mas se você puder suportar a dor do treino.

Tempo estimado de leitura: 5 minutos

O que é o treino FST-7?

O mais importante no treno FST-7 é entender que não é um programa específico. O FST-7 de Rambod é um princípio ou seja um “estilo de treino” que você pode aplicar a praticamente qualquer exercício ou grupo muscular.

Ao aplicar o FST-7 em seus treinos de musculação , você está fazendo um trabalho consciente para alongar sua fáscia muscular. Que é o “revestimento” que conecta ou “segura” seus músculos, ossos, tendões e ligamentos. Você pode pensar na fáscia muscular como uma estrutura suave que mantém seus músculos unidos.

No treino FST-7 as séries com carga pesada e altas repetições, feitas no final do treino e com pouco descanso de um determinado exercício físico. Rambod acredita que o FST-7 pode alterar a estrutura biológica da fáscia muscular. Isso então aumenta o volume muscular com maior expansão dos músculos.

O que dizem os estudos

Qualquer forma de treino deve ter uma base em estudos científicos. Embora a comunidade médica tenha documentado há muito tempo a natureza e o comportamento da fáscia muscular, não há muitos estudos sobre eficácia do treino FST-7 de Rambod. Principalmente para o fisiculturismo profissional ou amador.

No entanto, a base do treino FST-7, (pelo menos alguma) é real. Pois a fáscia tem propriedades elásticas e, de fato, estica se submetida sob tensão. ( 1 )

A remodelação da fáscia muscular é comum no alongamento estático , embora a maioria das pesquisas sobre o impacto biológico do alongamento se concentre no tecido muscular. ( 2 )

Em suma, a filosofia do treino FST-7 de Rambod não é respaldada por evidências científicas , mas ao menos é sólida em conceito. Além disso, é muito usada por fisiculturistas de alto nível.

Como fazer o treino FST 7?

Mesmo profissionais, não fazem do treino FST-7 uma constante central de seus planos de treinamento. Como qualquer técnica de alta intensidade na musculação , o segredo está na dosagem. Faça com moderação e você pode estar perdendo seu tempo, mas exagere e você estará em risco de overtraining ou talvez até uma lesão. Por isso, comece devagar…

O próprio Rambod recomenda que qualquer pessoa que inclua o FST-7 em seus treinos de musculação o faça de maneira rotativa.

Em vez de terminar todos os treinos com FST-7 por várias semanas e depois fazer uma pausa , você pode praticar o FST-7 em uma parte do corpo por várias semanas e depois alternar com um treino diferente.

Pegue leve

Embora você deva sempre progredir em seu treino, Rambod observou que os pesos que você usa nos sete conjuntos do treino FST-7 são importantes. O objetivo é desviar o máximo de sangue possível para o músculo e assim aumentar o volume. Então sinta-se à vontade para usar pesos mais leves entre as séries, se assim for necessário .

Faça no final do treino

Em termos simples: o treino no estilo FST-7 é um finalizador de treinos , não um aquecimento. Os conjuntos de repetições vão te esgotar completamente e você provavelmente não terá mais energia para qualquer outro exercício. Mesmo se quiser treinar um grupo muscular diferente .

FST-7 é para exercícios de isolamento

O próprio Rambod observou que o FST-7 não é a melhor escolha se você faz exercícios compostos pesados ​​em seus treinos.

O FST-7 é melhor utilizado em exercícios de peso livre de uma articulação, exercícios em máquinas ou movimentos de cabo. É mais fácil e seguro!

Conclusão:

O estilo de treino FST-7 de Hany Rambod está na moda entre os fisiculturistas profissionais e amadores. A ciência não confirmou se o ajuste ou a remodelação fascial é uma estratégia viável, mas curiosamente, os praticantes parecem gostar bastante do método.

LEIA TAMBÉM:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile