Quem faz musculação pode tomar finasterida?

Quem faz musculação pode tomar finasterida

Se você está tomando finasterida (Propecia), e faz musculação, é possível que você tenha ouvido boatos que a droga pode ter um efeito em sua massa muscular. Mas há alguma verdade nisso?

A realidade da situação é que os dados concretos sobre o assunto ainda são bastante limitados. Os efeitos na massa muscular certamente não estão entre os efeitos colaterais mais bem documentados da finasterida, e nem divulgados.

Mas algumas organizações estão apenas começando a transmitir relatos de homens que afirmam ter mudanças relacionadas ao ganho de massa muscular com o uso de finasterida. 

Finasterida para que serve?

A finasterida serve para tratar a queda de cabelo nos homens (também conhecida como alopecia androgenética), e só deve ser usada apenas por homens.

Como é uma droga para a perda de cabelo masculino , a finasterida é conhecida como um inibidor da 5-alfa redutase . Isso porque bloqueia a produção de 5-alfa redutase, uma enzima que converte a testosterona em dihidrotestosterona (DHT), um hormônio masculino.

Além de estar associado ao crescimento da próstata, o DHT também está relacionado à calvície de padrão masculino.

A relação da finasterida com a testosterona é um fator muito provável de por que as pessoas estão tão preocupadas sobre seus efeitos no ganho de massa muscular.

Quais os efeitos colaterais da finasterida?

  • Diminuição da Libido 
  • Disfunção erétil: 
  • Diminuição do volume de ejaculação

Como você pode ver, os efeitos colaterais registrados da finasterida geralmente têm a ver com disfunção sexual (embora doses maiores de finasterida também possam causar aumento dos seios ( ginecomastia ), sensibilidade ou erupção nos seios, e alguma hipersensibilidade foi relatada ao FDA desde o medicamento está no mercado).

De acordo com a Mayo Clinic , os usuários também costumam sentir calafrios, suores frios, confusão e tontura, entre outros desconfortos menores.

A finasterida afeta o ganho de massa muscular?

Conheça ANADROLE, o suplemento dos campeões!

Os testes clínicos rigorosos não encontraram nenhuma relação entre a finasterida e o ganho de massa muscular.

Então por que falar de finasterida e musculação ?

Um pequeno estudo publicado na edição de março de 2016 da revista _ Andrologia, pode ser o que primeiro chamou a atenção. Embora ainda se concentre amplamente nos efeitos colaterais sexuais, ele contém alguns relatórios relacionados ao ganho de massa muscular.

Dos 79 participantes, com idade média de 33 anos e uso de finasterida, o estudo descobriu que 38% dos entrevistados relataram espasmos musculares involuntários e mais rigidez nos movimentos físicos.

A perda de massa ​​muscular foi o efeito colateral mais relatado, relatado por 51,9 por cento dos homens estudados. No entanto, 38 por cento também relataram aumento do peso corporal.

Em 2017, uma revisão de estudos divulgada pelo governo canadense Health Canada avaliou os efeitos colaterais da finasterida sobre os músculos, como ruptura do tecido muscular (rabdomiólise) e dor muscular, fraqueza, rigidez ou atrofia ( perda de massa muscular).

A Health Canada observa que recebeu 11 relatos de efeitos colaterais graves relacionados aos músculos relacionados à finasterida e avaliou quatro desses casos.

Conclusão:

Vale ressaltar que os números fornecidos pelo Andrology , Organização Mundial da Saúde e Health Canada são casos de relatos pessoais de homens que tomaram finasterida e afirmam ter problemas relacionados aos músculos, desde espasmos até perda de massa muscular. As fontes coletaram os dados, mas, é claro, não fizeram medição física de massa muscular.

Embora esses relatórios relativamente novos possam ser o início, mais estudos são necessários sobre o efeito da finasterida no crescimento muscular.

A Health Canada coloca isso de forma mais sucinta: “A revisão da Health Canada das informações disponíveis concluiu que o risco de graves efeitos colaterais relacionados aos músculos com o o uso de finasterida não pode ser descartado. ” Na verdade, a organização recomenda que os fabricantes atualizem as informações do produto para informar os usuários sobre esse risco potencial.

LEIA TAMBÉM:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.