O que são peptídeos e seu uso na Musculação

Os peptídeos GHS podem estimular a liberação de HGH, por sua vez, possivelmente promovendo o crescimento muscular e a perda de gordura corporal. Apesar da popularidade atual dos peptídeos entre os fisiculturistas, os cientistas precisam fazer mais pesquisas para determinar se eles funcionam.

O que são peptídeos e seu uso na Musculação

Os peptídeos são usados pelos fisiculturistas para melhorar o desempenho no treino. As substâncias que promovem a secreção do hormônio do crescimento [HGH] são um tipo de peptídeo.

Os fisiculturistas sempre estão tentando melhorar seu corpo da forma mais rápida e eficiente possível. Isso explica porque muitos tomam suplementos para ganhar massa muscular.

Os atletas usam os peptídeos como uma alternativa mais natural aos esteroides anabolizantes , isso por que os peptídeos tem a capacidade de aumentar a massa muscular, ajudar na perda de gordura e também melhorar o desempenho nos treinos.

Este artigo analisa tudo o que você precisa saber sobre os peptídeos para musculação, incluindo se são seguros e se eles realmente funcionam.

O que são peptídeos?

Peptídeos, incluindo HGH, são cadeias curtas de aminoácidos, que são pequenas moléculas, eles que são as bases das proteínas.

Os peptídeos existem naturalmente em seu corpo, mas você também pode encontrá-los em fontes de proteína animal ou vegetal , incluindo carne, peixe, laticínios, ovos, feijão, lentilha e grãos integrais. Esses peptídeos podem ser isolados ou combinados com outros aminoácidos. [ 2 ,3 ]

A estrutura dos peptídeos é semelhante à de certos hormônios do seu corpo. Muitos também têm a capacidade de penetrar nos tecidos.

Essas cadeias curtas de aminoácidos estão envolvidas em uma variedade de processos no corpo, incluindo a produção de hormônios e DNA. Eles também atuam na construção do tecido muscular , assim são usados como suplementos por praticantes de musculação.

Você pode comprar suplementos de peptídeos em pó para misturar com suco de frutas. Ou na forma injetável.

O que os peptídeos fazem em seu corpo?

Como a estrutura dos peptídeos pode ser semelhante à de alguns hormônios e compostos do corpo, eles podem se engajar e ativar vários receptores em todo o corpo, influenciando assim uma variedade de processos corporais [   5  ].

Dependendo de sua sequência e composição, certos peptídeos podem ajudar a prevenir coágulos sanguíneos, estimular o sistema imunológico, proteger as células contra danos e reduzir o colesterol , a inflamação e a pressão arterial. [  2 ]

Outros tipos de peptídeos também podem ajudar a aumentar a liberação de hormônios que estimulam o crescimento muscular, a perda de gordura corporal e o desempenho e a recuperação pós treino. Assim podem maximizar os resultados no treino. [ 16 ]

Uso de peptídeos na musculação

A pesquisa sugere que certos peptídeos podem ajudar no ganho de massa muscular e queima de gordura.

Os secretagogos do hormônio do crescimento [HGH] são um grupo de peptídeos que podem estimular a produção e liberação do hormônio do crescimento humano.

O HGH é um hormônio que a glândula pituitária secreta. Pode ajudar a aumentar o crescimento muscular e a perda de gordura corporal. [7 ]

Ele estimula o fígado a liberar o fator de crescimento semelhante à insulina-1 [IGF-1]. Por sua vez, o IGF-1 ativa a produção da proteína muscular e o crescimento muscular. Também parece acelerar indiretamente a quebra da gordura corporal. [7 8 ]

Na década de 1980, o HGH era uma droga usada para aumentar o desempenho nos treinos, e muito usada por atletas amadores e profissionais, incluindo os fisiculturistas [6 7 ]

No entanto, devido a segurança, órgãos reguladores como o Comitê Olímpico Internacional proibiram o uso de HGH de 1989 em diante. [7 ]

As pessoas acreditam que os peptídeos tem os mesmos benefícios do HGH, mas com menos efeitos colaterais. Isso pode explicar sua popularidade como uma alternativa ao HGH entre os fisiculturistas. [9 10 ]

Até o momento, a pesquisa sugere que o peptídeo aumenta a liberação de HGH ou IGF-1 em humanos. No entanto, poucos estudos investigaram se tomar peptídeos realmente causa mudanças significativas na composição corporal, desempenho nos treinos ou melhora a recuperação. [10 ]

Além do mais, nenhum estudo examinou o efeito dos peptídeos em atletas bem treinados.

Portanto, mais pesquisas são necessárias para determinar se os peptídeos tem algum benefício para os praticantes de musculação. Por essa razão, os cientistas atualmente não sabem quais peptídeos de grupos musculares podem afetar mais, ou para quais exercícios eles podem ser melhor.  [ 11 ].

Tipos de peptídeos para musculação

Tipos de peptídeos para musculação
Os peptídeos GHS podem estimular a liberação de HGH, por sua vez, possivelmente promovendo o crescimento muscular e a perda de gordura corporal. Apesar da popularidade atual dos peptídeos entre os fisiculturistas, os cientistas precisam fazer mais pesquisas para determinar se eles funcionam.

Os fisiculturistas e praticantes de musculação são mais interessados ​​nos peptídeos conhecidos como secretagogos do hormônio do crescimento [SGH].

Os peptídeos mais usados para musculação são:

  • Hormônios de liberação do hormônio do crescimento: como sermorelina, tesamorelina, CJC-1293 e CJC-1295
  • Grelina e compostos que imitam suas ações: como lenomorelina, anamorelina, ipamorelina, macimorelina e tabimorelina
  • Peptídeos de liberação de hormônio do crescimento [GHRPs]: como alexamorelina, GHRP-1, GHRP-2, GHRP-3, GHRP-4, GHRP-5, GHRP-6 e hexarelina

Cada um desses peptídeos estimula a produção e liberação de HGH, embora de maneiras ligeiramente diferentes [9 10 ]

Os fabricantes desses suplementos promovem cada categoria para fins ligeiramente diferentes.

No entanto, é importante notar que nenhum estudo até o momento investigou os efeitos dos GHSs em fisiculturistas ou outros atletas bem treinados.

Portanto, as indicações e dosagens recomendadas são normalmente baseadas em evidências populares, e não na ciência.

Conclusão:

As empresas de suplementos geralmente divulgam os peptídeos para crescimento e ganho de massa muscular, aumentar a perda de gordura ou melhorar o desempenho e a recuperação pós treino.

No entanto, pesquisas confirmam muitas desses benefícios. Atualmente há poucos estudos disponíveis sobre os efeitos dos peptídeos em atletas bem treinados, como os fisiculturistas profissionais.

Além disso, o uso dos peptídeos do GHS são atualmente proibidos nos esportes profissionais e pouco se sabe sobre sua segurança em seu uso a longo prazo. Também pode causar problemas de saúde e, atualmente, eles são aprovados apenas para tratar algumas doenças específicas.

Por todas essas razões, o uso não prescrito de peptídeos do GHS para fisiculturistas profissionais não é recomendado.

LEIA TAMBÉM:

Anadrole Composição, funciona, preço, valor, depoimentos-min
Anadrole Composição, funciona, preço, valor, depoimentos-min

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.