Gripe e atividade, treinar ou não quando se está gripado?

Compartilhe nas redes sociais!

O inverno chegou, e com ele a gripe. Treinar ou não quando se está gripado? Vale a pena insistir no treino.

Antes vamos saber um pouco  o que é a gripe e como ela age no seu corpo.
 
Gripe é uma doença infecciosa provocada por diversos vírus ARN da família Orthomyxoviridae e que afeta aves e mamíferos. Os sintomas mais comuns são calafriosfebrerinorreia, dores de garganta, dores muscularesdores de cabeçatossefadiga e sensação geral de desconforto. Em crianças pode ainda provocar diarreia e dores abdominais. Embora seja frequentemente confundida com a constipação, a gripe é uma doença mais grave provocada por um tipo de vírus diferente.
 
Modo de transmissão:
 
A gripe é geralmente transmitida por via aérea através de tosse ou de espirros, os quais propagam partículas que contêm o vírus. A gripe pode também ser transmitida por contacto direto com excrementos ou secreções nasais de aves infetadas, ou através de contacto com superfícies contaminadas. Os vírus da gripe podem ser neutralizados pela luz solardesinfetantes e detergentes. Uma vez que o vírus pode ser neutralizado com sabonete, lavar frequentemente as mãos reduz o risco de infeção. A gripe pode ocasionalmente levar ao aparecimento de pneumonia, tanto viral como bacteriana, mesmo em pessoas bastante saudáveis.
 
Tá ai um bom motivo pra você higienizar os aparelhos, com álcool antes de usar, nunca se sabe quem usou antes de você. Também um motivo para você não ir na academia se estiver gripado, normalmente as academias são fechadas, e com ar condicionado, o que além de piorar seu estado, você vai contaminar outras pessoas, já que o ar condicionado, retorna sempre o mesmo ar ao ambiente. Lavar bem as mãos com sabonete, também ajuda a não se contaminar.

 Easy Detox

 

 
Uma pessoa contaminada com o vírus da gripe torna-se contagiosa para outra pessoa no dia anterior ao aparecimento dos primeiros sintomas, e permanece contagiosa por mais cinco a seis dias. Os dias de maior risco de contágio são o segundo e terceiro dias posteriores à infeção. A quantidade de vírus libertado aparenta estar relacionada com a temperatura da febre; quanto mais alta a temperatura, maior quantidade de vírus é libertada. As crianças são muito mais infecciosas do que os adultos e libertam o vírus até duas semanas após a data de infeção.
 
Prevenção:
 
Existem algumas formas razoavelmente eficazes de reduzir a transmissão de gripe através de boas práticas de higiene e saúde pessoal, entre as quais evitar tocar nos olhos, nariz ou boca; lavar freqüentemente as mãos com sabonete e água ou com desinfetantes à base de álcool; tapar a boca durante a tosse ou os espirros; evitar cuspir; evitar a proximidade com doentes e ficar em casa no caso de doença. Embora o uso de máscaras cirúrgicas possa ajudar a prevenir o contágio durante tratamentos de saúde, as evidências que demonstrem o seu benefício no espaço público são contraditórias. O tabagismo aumenta o risco de contrair gripe, para além de provocar o agravamento dos sintomas.
 

 

Tratamento:
 
Todos temos receitas para gripes, cada um tem uma fórmula mágica que cai melhor para determinadas pessoas, isso por que somos organismos diferentes e reagimos de formas diferentes aos vírus, que da gripe, são muitos mutantes, a cada novo ano, aparecem novas cepas diferentes.
As pessoas com gripe são aconselhadas a manter-se em repouso, beber bastantes líquidos, evitar o consumo de álcool e tabaco e, se necessário, tomar medicamentos como paracetamol para reduzir a febre e as dores musculares associadas à gripe. As crianças e adolescentes com sintomas de gripe, particularmente febre, são aconselhadas a evitar tomar aspirina durante a infeção, sobretudo no caso de gripe B. A toma de aspirina pode levar ao síndrome de Reye, uma doença hepática rara, mas potencialmente fatal.Uma vez que a gripe é provocada por um vírus, os antibióticos não têm qualquer efeito na infeção, a não ser que sejam prescritos especificamente para infeções secundárias, como após o aparecimento de pneumonia bacteriana. Os antivirais podem ser eficazes, mas algumas estirpes de gripe são resistentes aos fármacos antivirais mais comuns e existem algumas preocupações relativamente à qualidade da investigação.
 
Melhor não forcar a barra! Treinar gripado não é uma boa para você nem para os amigos da academia! Ficar em casa com uma alimentação reforçada é o melhor remédio nessas horas.
Dar um tempo na dieta também é recomendado, já que você estará convalescente nesse período.
 
 
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.