Germes na Academia – Como treinar sem pegar doenças

Como evitar pegar germes, vírus, bactérias e doenças, como gripe, pé de atleta, micose na academia. Bons hábitos de higiene das mãos e limpeza dos aparelhos.

Compartilhe nas redes sociais!

Bons hábitos de higiene na academia pode evitar germes comuns que podem causar doenças.

Embora vários germes e algumas doenças possam ser contraídos na academia, os riscos não superam os benefícios de um bom dia treino.
Praticar uma boa higiene das mãos, cobrir cortes e machucados na pele, usar sapatos fechados, limpar o equipamento antes e depois do uso e levar suas próprias toalhas ajuda a manter os germes afastados.

Às vezes, é difícil apenas ir à academia. Uma vez lá, a última coisa com a qual você quer se preocupar é contrair  germes perigosos. Leia mais para saber o que fazer para evitar pegar germes e doenças na academia.

De fato, de acordo com uma pesquisa com mais de 1.000 frequentadores de academias, a falta de higiene sanitária foram os maiores causadores de contaminação:

  • Mais da metade dos frequentadores de academia testemunhou que não lavam as mãos depois de usar o sanitário e continuam usando os equipamentos.
  • 35 % dos homens admitiram nunca limpar os aparelhos de musculação depois do uso, enquanto mais de 25 % das mulheres admitiram nunca limpar os aparelhos.
  • 38,4% dos frequentadores de academia não limpam o equipamento antes do uso.

“É realmente importante ir à academia e se manter saudável e as pessoas não querem ficar doentes … Um resfriado ou gripe, pode te manter dias fora da academia.

Os benefícios do treino diário são grandes e o risco de infecção é bastante baixo para a maioria das pessoas ”.

Disse o Dr. Nirav Patel, diretor médico do University Medical Center New Orleans.

No entanto, Patel disse que existem alguns germes que devem ser considerados, de forma que você possa se proteger e evitar uma possível contaminação. Esses germes, bactérias e vírus são principalmente:

germes na academia

Staphylococcus

os staphylococcus são bactérias e podem viver no equipamentos de ginástica, como máquinas, pesos , halteres e tapetes, bem como em toalhas, bancos e vestiários, causando infecções.

Se você quiser se proteger, limpe o equipamento use toalhas de papel descartável e os sprays que as academias fornecem ou use sua própria toalha para cobrir o equipamento, formando assim uma barreira entre você e a bactéria.

Verifique se todas as suas feridas estão cobertas antes de começar a treinar. Isso ajudará a reduzir as chances de ter uma infecção de pele. Faça o possível para não tocar em seu rosto depois de usar algum aparelho. Isso pode reduzir as chances de contrair algum patógeno .

Quando terminar seu treino, tome um banho com sabonete anti bactericida para remover quaisquer germes que possam ter entrado em sua pele quando você estava treinando. Além disso, sempre coloque suas roupas usadas para lavar depois do treino e não permaneça com a roupa suada por mais de 2 horas.

Fungos

O pé de atleta é causado ​​por um grupo de fungos chamados dermatófitos, que também podem causar micose. Eles podem ser adquiridos principalmente no vestiário.

O pé de atleta é causado por fungos que vivem por toda parte, mas estão mais presentes em ambientes úmidos e quentes.

Troque de roupa assim que chegar em casa e coloque a roupa suada para lavar e se possível para secar ao sol. 

Troque de tênis diariamente e coloque os usados para arejar, da mesma forma as meias também devem ser trocadas. Usar tênis de materiais que não absorvam a umidade ajuda a evaporar o suor, evitando assim a proliferação de fungos.

Se você toma banho na academia, levar um par de chinelos para o box é uma boa ideia. Assim evita o contato direto dos pés com água contaminada. Também é importante secar bem os pés e entre os dedos e nunca calçar tênis com os pés úmidos ou molhados. Pois é um ambiente propício para o crescimento de fungos.

Vírus

germes na academia
Como evitar pegar gripe da academia

As verrugas ão causadas pelo papilomavírus humano (HPV) e geralmente se desenvolvem nos calcanhares ou no peito dos pés.

Não ande descalço em ambientes úmidos e molhados na academia, como o vestiário e banheiro, onde o vírus mora. 

O herpes gladiatorum, também conhecido como mat herpes, é causado pelo vírus herpes simplex tipo 1.

Vem dos lutadores da época romana que pegavam herpes porque lutavam corpo a corpo. Atletas que praticam esportes de contato, ainda hoje, podem contrair herpes.

Assim, evite usar roupas, quimonos, tênis, equipamentos e principalmente tolhas de banho de outras pessoas. Use sempre seu próprio material limpo, pois é importante para evitar a contaminação.

Os vírus respiratórios no ar são outra preocupação nas academias.

Embora as pessoas não devam ir à academia quando estão doentes, é praticamente impossível impedir que elas entrem. Se você ver alguém tossindo, espirrando ou com coriza, evite estar na área que essa pessoa esteve, e aguarde até pelo menos um minuto depois que a pessoa for embora para usar o aparelho. Você também deve limpar o equipamento com álcool e uma toalha de papel descartável, para garantir que não pegue os vírus que estão nas superfícies tocadas por essa pessoa contaminada.

Infelizmente as academias permitem a entrada de pessoas gripadas ou resfriadas, isso não deveria ser possível… Mas, como não existem regras para isso, contamos com o bom senso dos colegas.

Se alguém tossir e espirrar perto de você,  afaste-se, vá para o outro lado da sala ou use outro equipamento. Isso vale para qualquer ambiente público … E não apenas para a  academia.

Os aparelhos de ar condicionado são uma fonte de disseminação de vírus, caso perceba mais de uma pessoa gripada na academia, então procure a gerencia ou administração e se informe sobre a limpeza desses equipamentos.

Durante a temporada de gripes e resfriados o ideal é tomar a vacina contra gripe e lavar as mãos com sabonete e limpar com álcool gel. Na maioria das vezes, você contrai gripe não porque alguém espirra na sua cara, mas porque você toca em algo ou está perto de pessoas que constantemente tossem ou espirram; portanto, quando você usa um aparelho, toca na maçaneta da porta e depois toca em seu rosto, sem boa higiene das mãos, você contrai a doença.

Outras prevenções

Os bebedouros também são fontes de germes e bactérias, assim leve sempre sua garrafa de água ou use copos descartáveis e evite beber diretamente no bebedouro. Ao menos uma vez por semana, coloque a garrafa de molho em uma mistura de água com água sanitária. 

Também verifique se o bebedouro da sua academia tem filtro de água e se ele está na validade. Várias academias usam a água direto da caixa ou não trocam o filtro dentro do prazo. Isso pode causar várias doenças intestinais e o excesso de cloro e sulfato de alumínio da água, causa dor de estomago e azia.

Conclusão:

Embora alguns germes e doenças possam ser contraídos na academia, os riscos não superam os benefícios da atividade física.

O risco de contrair uma doença ao ir à academia é sempre exagerado pela mídia sensacionalista, mas isso não é verdade e não que ocorre o tempo todo. Ao mesmo tempo, as pessoas morrem todos os dias de doenças causadas pelo sedentarismo.

Siga essas dicas de higiene pessoal e cuidados e mantenha as doenças e germes afastados. Bom treino!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.