Ácido Gama Aminobutírico (GABA) Para que Serve?

Compartilhe nas redes sociais!

O que é ácido gama aminobutírico

O Gaba ou ácido gama aminobutírico, é um neurotransmissor que ajuda a enviar mensagens entre o cérebro e o sistema nervoso.

É produzido no cérebro a partir do glutamato.

Este processo é catalisado pela forma ativa de vitamina B6 e a enzima glutamato descarboxilase (GAD).

Ácido gama aminobutírico função

Sua principal função é reduzir a atividade das células nervosas no sistema nervoso.

Uma pesquisa recente descobriu que poderia desempenhar um papel importante na cura e prevenção de muitas doenças, incluindo depressão, ansiedade e estresse.

Considera-se que o ácido gama aminobutírico tem um efeito calmante natural e acredita-se que reduza os sentimentos de ansiedade e medo pela diminuição da excitabilidade neuronal.

Muitas vezes é usado como um suplemento natural para promover o sono, melhorar o humor e aliviar os sintomas pré-menstrual.

Benefícios do Ácido Gama Aminobutírico

Benefícios do Ácido Gama Aminobutírico
Benefícios do Ácido Gama Aminobutírico
  • Alivia a ansiedade
  • Melhora o sono
  • Reduz os sintomas de depressão
  • Alivia os sintomas de TPM
  • Diminui a inflamação
  • Melhora o foco no TDAH
  • Aumenta os Níveis do hormônio do crescimento HGH

Para que serve o ácido gama aminobutírico

Gaba Indicações:

1. ALIVIA A ANSIEDADE
Para que serve o ácido gama aminobutírico
Para que serve o ácido gama aminobutírico GABA INDICAÇÕES – ALIVIA A ANSIEDADE

Uma das principais funções do Gaba é reduzir a excitabilidade dos nervos, que pode estar ligada a sentimentos de ansiedade e medo.

Isso ocorre porque ele tem um efeito calmante e muitas vezes é usado como um remédio natural para a ansiedade.

Na verdade, certos distúrbios de ansiedade foram associados a níveis reduzidos de GABA.

Um estudo no American Journal of Psychiatry  descobriu que pessoas com transtorno de pânico. Um tipo de transtorno de ansiedade caracterizado por ataques de pânico recorrentes, teve uma resposta prejudicada ao GABA.

Outro estudo do Departamento de Psiquiatria da Faculdade de Medicina e Cirurgiões da Universidade de Columbia mostrou que pessoas com transtorno de pânico e uma história familiar de transtornos de humor e ansiedade diminuíram as concentrações cerebrais de GABA.

Além do Ácido Gama Aminobutírico (GABA), existem muitos outros remédios naturais para ansiedade disponíveis. Bem como meditação, óleos essenciais ou  raízes valerianas, uma erva que ajuda a aumentar os níveis de GABA para inibir a atividade do nervo.

2. MELHORA O SONO
GABA INDICAÇÕES – MELHORA A QUALIDADE DO SONO

A insônia é caracterizada pela dificuldade em adormecer.

Isso afeta cerca de 30% dos adultos em todo o mundo.

O Ácido Gama Aminobutírico (GABA) tem um efeito calmante e sedativo e pode ajudar a induzir naturalmente o sono, reduzindo assim a excitabilidade dos nervos.

Um estudo de 2015 descobriu que tomar GABA ajudou os participantes a adormecer rapidamente.

Dessa forma, reduzindo a quantidade de tempo que demorou para adormecer em uma média de cinco minutos.

Além disso, as pessoas com insônia podem realmente ter níveis mais baixos de GABA.

Um estudo de 2008 no Journal  Sleep descobriu que pacientes com insônia tinham níveis 30 por cento mais baixos em comparação com um grupo controle.

Além de usar o Ácido Gama Aminobutírico (GABA) para dormir. Não só manter um horário de sono regular, mas também limitar a ingestão de cafeína e tomar magnésio ajuda a função do GABA. Dessa forma pode-se ter um sono melhor.

3.REDUZ A DEPRESSÃO
Além de prevenir a ansiedade e regular o sono, igualmente se pensa que o neurotransmissor GABA desempenha um papel central na depressão .
Além de prevenir a ansiedade e regular o sono, igualmente se pensa que o neurotransmissor GABA desempenha um papel central na depressão .

A pesquisa descobriu que pessoas com depressão tendem a ter níveis mais baixos de GABA do que aqueles sem depressão.

Os níveis de GABA também podem aumentar após a depressão ser tratada.

Um estudo do Departamento de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da Universidade de Yale mostrou que os pacientes submetidos a terapia eletroconvulsiva para a depressão exibiram níveis aumentados de GABA após o tratamento.

Graças ao seu efeito antidepressivo, o GABA pode assim, ser uma boa alternativa aos tratamentos tradicionais para a depressão.

4. ALIVIA SINTOMAS DA TPM
O Ácido Gama Aminobutírico (GABA) alivia os sintomas da depressão
O Ácido Gama Aminobutírico (GABA) alivia os sintomas da depressão

A síndrome pré-menstrual, ou TPM, é um grupo de sintomas como mudanças de humor, fadiga e fome que ocorrem nas mulheres entre a ovulação e o início do sangramento menstrual.

Estudos mostram que os níveis de GABA são interrompidos pela menstruação e podem diminuir ao longo do ciclo menstrual.

Este neurotransmissor pode ajudar a proporcionar alívio dos sintomas da TPM .

Por exemplo, alguns estudos sugeriram que poderia atuar como um analgésico natural. Enquanto outros observaram que poderia estar envolvido no mecanismo de cãibras.

A vitamina B6 e o magnésio também são remédios naturais para TPM que podem ajudar a equilibrar os hormônios e assim reduzir os sintomas.

5. DIMINUI A INFLAMAÇÃO
Ácido Gama Aminobutírico (GABA) reduz a inflação e artrite
Ácido Gama Aminobutírico (GABA) reduz a inflação e artrite

Embora a inflamação seja uma resposta normal desencadeada pelo sistema imunológico como resultado de uma doença ou lesão.

A inflamação crônica pode contribuir para doenças como câncer, doenças cardíacas e até artrite.

Algumas pesquisas descobriram que o GABA poderia ajudar a diminuir a inflamação e da mesma maneira ser útil no tratamento dessas condições.

Um estudo em animais da UCLA, por exemplo, descobriu que suplementar camundongos com GABA reduziu o risco de desenvolver artrite reumatoide e diminuição dos sintomas.

Outra revisão no  Journal of Neuroinflammation sugeriu que o GABA poderia reduzir a atividade de uma via que desencadeia inflamação articular.

Uma dieta com alimentos anti-inflamatórios também pode ajudar a diminuir a inflamação.

Os vegetais verdes, uvas, salmões e nozes são alimentos inflamatórios que sem dúvida, são tão úteis quanto o GABA.

6. MELHORA O FOCO NO TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO COM HIPERATIVIDADE
Ácido Gama Aminobutírico (GABA) é util no tratamento da TDAH
Ácido Gama Aminobutírico (GABA) é util no tratamento da TDAH

O transtorno de déficit de atenção e hiperatividade, é conhecido como TDAH.

É uma condição que afeta crianças e adultos e pode causar sintomas como atenção limitada, impulsividade e hiperatividade.

O GABA às vezes é usado para melhorar o foco e diminuir os sintomas em indivíduos com transtorno de déficit de atenção e hiperatividade.

Um estudo de 2012 da Johns Hopkins University School of Medicine comparou as concentrações de GABA em crianças com e sem TDAH.

Então, descobriu que as crianças com TDAH tinham concentrações reduzidas no cérebro.

Da mesma forma, outro estudo mostrou que níveis mais baixos de GABA foram associados com mais impulsividade e menos inibição.

Tomar um suplemento de GABA, sozinho ou em conjunto com tratamentos tradicionais, pode diminuir naturalmente os sintomas de ADD e TDAH.

Seguir uma dieta ADHD e usar outros remédios naturais para TDAH igualmente, pode reduzir os sintomas.

7. AUMENTA OS NÍVEIS DE HGH – HORMÔNIO DO CRESCIMENTO
Estudos mostram que a suplementação com Ácido Gama Aminobutírico pode aumentar os níveis de HGH.
Estudos mostram que a suplementação com Ácido Gama Aminobutírico pode aumentar os níveis de HGH.

O hormônio do crescimento humano (HGH) é um hormônio produzido na glândula pituitária.

Tem como benefícios não só o aumento da força muscular, mas também, menor risco de doença cardíaca, melhora a composição corporal e ossos mais fortes.

Uma deficiência neste hormônio essencial pode levar a sintomas como puberdade tardia e crescimento lento em crianças. Bem como depressão, disfunção sexual, resistência à insulina e aumento do risco de doença cardíaca em adultos.

Estudos mostram que a suplementação com Ácido Gama Aminobutírico pode aumentar os níveis de HGH.

Um estudo de 2008 suplementou 11 homens com três gramas de GABA ou um placebo, seguido de treinamento de descanso ou resistência.

Após suplementação com GABA, os participantes viram um aumento de 400 % nos níveis de HGH.

O exercício de alta intensidade, juntamente com outros suplementos, como L-glutamina e L-arginina, da mesma forma, aumenta os níveis de HGH.

Dieta de 21 dias
Responda esse quiz de apenas 30 segundos para descobrir qual o seu nível de inflamação celular e por que tratar essa inflamação pode turbinar o seu metabolismo e lhe ajudar a eliminar de 5 à 10kg em Tempo Recorde.

Ácido gama aminobutírico efeitos colaterais

O GABA é seguro para a maioria das pessoas e pode ser usado com efeitos colaterais mínimos.

No entanto, algumas pessoas podem querer limitar ou evitar o seu uso.

Se você está grávida ou amamentando, você não deve tomar um suplemento de GABA. Porque seus efeitos não foram estudados nesses indivíduos.

Além disso, se você já está tomando medicamentos para depressão, ansiedade ou insônia, você pode deve falar com seu médico antes. Pois pode interferir ou alterar a atividade desses medicamentos.

Algumas pessoas igualmente, relataram que altas doses podem realmente aumentar a ansiedade ou os episódios depressivos.

Outros efeitos colaterais, incluem formigamento na pele ou rubor de pele.

Ácido Gama Aminobutírico Como Tomar

Ácido Gama Aminobutírico Como Tomar
Ácido Gama Aminobutírico Como Tomar

As doses podem variar de acordo com a idade, sexo e peso.

Então,antes de começar a suplementação, é melhor falar com seu médico e determinar se é ideal para você. Bem como quanto você deve tomar.

A dosagem típica para alívio geral do estresse é de cerca de 750-800 miligramas por dia. Dividida em três a quatro doses ao longo do dia.

Para a ansiedade, alguns recomendam levar entre 250 miligramas a 650 miligramas três vezes ao dia. Até o total de 750-1,950 miligramas.

Para reduzir os sintomas de TDAH, entre 250 miligramas a 400 miligramas três vezes por dia. Até 1.200 miligramas no total.

Então, começar com uma dose mais baixa e fazer testes para se certificar de que você é capaz de tolerá-lo.  E assim encontrar a dosagem que funciona melhor para você.

Se você notar quaisquer efeitos colaterais negativos, diminua sua dosagem e considere consultar o seu médico se os sintomas persistirem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.