Pular para o conteúdo
Início » É Certo Treinar até a Falha ou Não?

É Certo Treinar até a Falha ou Não?

Treinar até a falha

Algumas dicas de treino são repetidas tantas vezes que podem até parecer verdade, uma desses mitos é treinar até a falha. Mas é certo ou não? Segundo o Dr. Daniel Fulham O’Neill, cirurgião ortopédico e médico esportivo, treinar até a falha nem sempre é uma boa dica de treino.

Tempo estimado de leitura: 3 minutos

O que é treinar até a falha?

De acordo com o Dr. Daniel, treinar até a falha significa esgotar a energia das células musculares. “Isso é ótimo no papel, mas o risco dos tecidos conjuntivos como tendões e ligamentos também falharem é muito grande para ser uma boa ideia para atleta.”

Quando você chega até a falha, isso significa que, para ganhar massa e força , seu treino deve se concentrar em levar seus músculos ao ponto de tanta fadiga que você não consiga fazer mais uma repetição. Então, você descansar e deixar os músculos se recuperarem. Em seguida fazer outra série e novamente chegar ao ponto de fadiga extrema.

Os defensores desse tipo de treino, acreditam que ele recruta mais fibras musculares. Isso significa maior ganho muscular. Mas há também a ideia de que esse estresse no sistema metabólico libera sinais químicos que causam ganho muscular e que certos hormônios liberados otimizam todo o processo.

É bom para ganhar massa muscular?

“Não há dúvida que chegar até a falha absoluta é melhor para ganho de massa e força do que fazer um treino medíocre”; disse Mike Matthews , treinador profissional e escritor. Assim o atleta que leva seu treino a sério, não precisa treinar até a falha para ter maiores ganhos.

Um estudo publicado no European Journal of Applied Physiology em 2017 mostra que treinar até a falha causa mais fadiga, dor e desgaste do que o treino básico. Isso significa que quanto mais você treina até a falha, fica mais difícil aumentar o peso ou séries ou repetições.

“Você não vai conseguir treinar bem toda semana (se você chegar à falha em todos os exercícios)”. Disse Matthews. “Com o tempo, isso pode atrapalhar o progresso e até levar ao efeito platô.”

Outra desvantagem de treinar até a falha é que muitas vezes isso tem efeito contrário. Acrescenta ele. Quanto mais os músculos se cansam, menos crescem. Por fim as ultimas repetições ficam incompletas.

Não importa o tipo de treino que você faz, mas é importante saber quando não está funcionando, principalmente se você estiver treinando até a falha.

Se você sentir dor incômoda , inflamação , aperto ou inchaço em algum lugar, então esses são alertas que você deve ficar atento.

Conclusão:

Muitos atletas amadores e profissionais usam a técnica de treinar até a falha, mas nem sempre é uma boa forma de ganhar mais massa muscular. Isso por que o risco de lesão é grande. Além disso, você pode literalmente parar sua evolução nos treinos.

LEIA TAMBÉM:

Comente:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.