Comer Excesso de Proteína Faz Mal?

Estudos mostram que comer muita proteína pode causar algumas doenças e engordar a longo prazo. A quantidade ideal de consumo de proteína é calculada de acordo com algumas variáveis.

excesso de proteína faz mal

Compartilhe nas redes sociais!

Comer muitos alimentos ricos em proteínas faz mal?

A proteína é uma parte essencial de uma dieta para ganho de massa muscular. Além disso, os alimentos ricos em proteínas ajudam a reparar os músculos, órgãos e fortalece os ossos. Dietas ricas em proteínas também reduzem a gordura corporal, emagrece, aumenta saciedade e te deixa satisfeito por mais tempo.

No entanto, dietas ricas em proteínas também podem tem alguns riscos que que você precisa estar ciente e entender. Os nutricionistas alertam para que o consumo não exceda a quantidade diária recomendada. Leia mais para saber se comer muita proteína faz mal…

Ao calcular a quantidade total de proteína que você come ou deve comer, considere todas as proteínas da sua dieta (por exemplo, alimentos e bebidas). Você também deve levar em consideração os suplementos que você usa, como o whey protein, que contêm quantidades substanciais de proteína pura.

Faz mal comer muita proteína?

Consumir grandes quantidades de qualquer nutriente por muito tempo geralmente traz riscos, como é o caso da proteína. O consumo excessivo pode aumentar o risco de certas complicações, isso de acordo com as pesquisas.

Comer alimentos ricos em proteínas, certamente tem muitos benefícios, mas para as pessoas saudáveis. No entanto, é importante entender os possíveis problemas relacionados ao excesso de proteínas no corpo, principalmente se você fizer uma dieta excessivamente rica em proteínas por muito tempo.

Excesso de proteína engorda

Comer Muita Proteína Faz Mal

Dietas ricas em proteínas podem emagrecer, mas esse tipo de perda de peso é a curto prazo.

O excesso de proteína consumida geralmente é armazenado em forma de gordura, enquanto o excesso de aminoácidos é jogado fora. Isso pode levar ao ganho de peso ao longo do tempo, especialmente se você consumir muitos alimentos ricos em calorias para aumentar sua ingestão total de proteínas.

Um estudo de 2016 descobriu que o ganho de peso está associado à dietas em que as proteínas substituem os carboidratos, mas não quando foram substituídos por gordura.

Mal hálito

Comer grandes quantidades de proteína pode causar mau hálito, especialmente se você não comer carboidratos.

Isso porque seu corpo entra em um estado metabólico chamado cetose, que produz substâncias químicas que exalam um cheiro desagradável.

Escovar os dentes e usar fio dental não vai te livrar do mau hálito. Você pode dobrar a ingestão de água, escovar os dentes com mais frequência e mascar chiclete para reduzir esse efeito.

Prisão de ventre

No mesmo estudo citado acima, 44% dos participantes relataram constipação. Comer muita proteína, que geralmente têm pouca fibra e não comer carboidratos, isso certamente vai causar prisão de ventre .

Aumentar a ingestão de água e alimentos ricos em fibras pode ajudar a prevenir a constipação.

Diarreia

Tomar muito leite ou comer alimentos processados, como presunto, mortadela, peito de peru defumado, juntamente com a falta de fibras, pode causar diarreia. Princialmente se você é intolerante à lactose e comer muitos alimentos ricos em proteína, como carne, peixe e aves. 

Para evitar diarreia, beba bastante água, evite bebidas com cafeína, não coma alimentos fritos e com gordura, além disso aumente a ingestão de fibras.

Desidratação

Seu corpo libera o excesso de nitrogênio junto com líquidos e água. Isso pode te desidratar, mesmo que você não sinta mais sede do que o normal.

Um estudo de 2002 envolvendo atletas, descobriu que, à medida que a ingestão de proteínas aumentava, os níveis de hidratação diminuíam. No entanto, um novo estudo de 2006 concluiu que, o consumo de mais proteína teve um impacto mínimo na hidratação.

Esse risco ou efeito pode ser minimizado aumentando a ingestão de água, especialmente se você é uma pessoa ativa fisicamente. Independentemente do consumo de proteínas, é sempre importante beber bastante água ao longo do dia .

Comer muita proteína faz mal aos rins?

Atualmente nenhum estudo confirmou que comer muita proteína faz mal aos rins em pessoas saudáveis, mas o excesso de proteínas pode causar danos em pessoas com doença renal pré-existente.

Isso ocorre devido ao excesso de nitrogênio dos aminoácidos que compõem as proteínas. Os rins danificados precisam trabalhar mais para se livrar do excesso de nitrogênio e dos resíduos do metabolismo das proteínas.

Um estudo de 2012 analisou os efeitos das dietas com pouco carboidrato, muita proteína e pouca gordura nos rins.

O estudo constatou que em adultos obesos e saudáveis, uma dieta para emagrecer, com pouco carboidratos e rica em proteína, ao longo de dois anos não fez mal ao sistema renal. Em comparação com uma dieta com pouca gordura.

Comer muita proteína aumenta o risco de câncer

Estudos mostraram que dietas ricas em proteínas, principalmente à base de carne vermelha, aumentam os riscos de vários problemas de saúde, incluindo câncer. Comer muita carne vermelha e / ou processada pode causar câncer colorretal , de mama e  de próstata .

Por outro lado, comer outros alimentos ricos em proteínas de outras fontes, reduz o risco de câncer. Os cientistas acreditam que isso pode ser causado, em parte, a hormônios, compostos cancerígenos e as gorduras da carne.

Comer muita proteína faz mal ao coração

Comer muita carne vermelha e laticínios pode causar doenças cardíacas. Isso pode estar relacionado à maior ingestão de gordura saturada e colesterol.

De acordo com um estudo de 2010 , comer muita carne vermelha e laticínios com alto teor de gordura, aumenta o risco de doença cardíaca coronariana em mulheres. Mas comer proteínas de aves, peixes e nozes diminuiu o risco .

Comer muita proteína faz mal para os ossos

Comer muitas proteínas e carnes podem causar perda de cálcio. Isso causa osteoporose e à má saúde óssea.

Estudos encontraram uma associação entre comer muitas proteínas e problemas de saúde óssea.

Quanto de proteína devo comer por dia?

Comer muita proteína faz mal

A quantidade ideal de proteína diária que você deve consumir varia de acordo com vários fatores, incluindo sua idade, sexo, atividade física, saúde e da sua dieta .

No entanto, na maioria dos casos, a quantidade diária recomendada de proteína para adultos pode ser calculada com base no seu peso .

Para a maioria dos adultos com atividade física mínima, os nutricionistas recomendam consumir uma média diária mínima de 0,8 gramas de proteína por quilo de peso.

Mas, se você treina por mais de uma hora e todos os dias da semana, convém comer de 1,2 a 1,7 gramas por kg de peso por dia.

No entanto, algumas pessoas, incluindo atletas de elite, podem comer até 3,5 g por kg de peso, sem efeitos colaterais.

Em geral, os nutricionistas recomendam que a maioria dos adultos saudáveis ​​pode comer até 2 g de proteína por kg de peso por dia a longo prazo.

Enquanto outros acreditam que adultos saudáveis ​​podem consumir quantidades maiores de proteína, independentemente do nível de atividade, mas isso não foi estudado a longo prazo.

Fontes:

LEIA TAMBÉM:

Baixe GRÁTIS o e book do mestre Fernando Sardinha e tenha melhores resultados no seu treino!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.