O que é o BCAA e para que Serve?

BCAA é abreviação de Branched-Chain Amino Acids e são os aminoácidos, leucina, isoleucina e valina. Ele serve para ganho de massa muscular, redução da dor e fadiga pós treino.

Suplementação para Ganho de Massa Muscular

Compartilhe nas redes sociais!

O que é BCAA?

BCAA é a abreviação de Branched-Chain Amino Acids, que são aminoácidos de cadeia ramificada, um grupo de três aminoácidos essenciais: leucina, isoleucina e valina. Todos possuem uma estrutura molecular ramificada e são considerados essenciais para o corpo humano. Mas nosso corpo não produz esses aminoácidos, então precisamos dele, seja por suplementação ou dos alimentos ricos em BCAA.

Existem 20 aminoácidos diferentes que constituem as milhares de proteínas diferentes do corpo humano.

Nove dos 20 são considerados aminoácidos essenciais, o que significa que não podem ser produzidos pelo seu corpo e devem ser obtidos através da dieta.

Dos nove aminoácidos essenciais, três são os aminoácidos de cadeia ramificada (BCAAs): leucina, isoleucina e valina.

“Cadeia ramificada” refere-se à estrutura química dos BCAAs, que são encontrados nos alimentos ricos em proteínas, como ovos, carne e laticínios.

Eles também são vendidos como suplemento alimentar, na forma de comprimidos ou em pó.

Bcaa pra que serve?

Ao contrário da maioria dos outros aminoácidos, os BCAAs são decompostos principalmente no músculo, e não no fígado. Por causa disso, acredita-se que desempenhem um papel na produção de energia durante o exercício. ( 1 ) Mas também desempenham vários outros papéis importantes no seu corpo.

1. Aumentar o crescimento muscular

O que é o BCAA e para que Serve?
Aumento da massa muscular

Um dos usos mais comuns dos BCAAs é aumentar o crescimento muscular.

A leucina ativa uma determinada via no corpo que estimula a síntese de proteína muscular, que é o processo de formação do músculo. ( 2 , 3 )

2. Diminuir a dor muscular pós treino

Algumas pesquisas sugerem que o BCAA pode ajudar a diminuir a dor muscular após o treino.

Não é incomum sentir dores um ou dois dias após o treino, principalmente se sua sua série de treino é nova, ou se você é um novato na academia.

Essa dor é chamada de dor muscular de início retardado (DMIT), que se desenvolve 12 a 24 horas após o exercício e pode durar até 72 horas. ( 4 )

3. Reduz a fadiga muscular

O que é o BCAA e para que Serve?
Reduz a fadiga e dor muscular pós treino

Assim como o BCAA pode ajudar a diminuir a dor muscular após o treino, ele também pode ajudar a reduzir a fadiga muscular induzida pelo exercício.

Todo mundo sente fadiga e exaustão por causa do exercício em algum ponto. A rapidez com que você se cansa depende de vários fatores, incluindo intensidade e duração do exercício, condições ambientais e seu nível de nutrição e condicionamento físico.

Seus músculos usam o BCAA durante o exercício, fazendo com que os níveis no sangue diminuam. Quando os níveis de BCAAs no sangue diminuem, os níveis do aminoácido essencial triptofano em seu cérebro aumentam.

Em seu cérebro, o triptofano é convertido em serotonina, uma substância química cerebral que parece contribuir para o desenvolvimento da fadiga durante o exercício.

4. Previne a perda de massa muscular magra

As proteínas musculares são constantemente quebradas e reconstruídas (sintetizadas). O equilíbrio entre a degradação da proteína muscular e a síntese determina a quantidade de proteína no músculo.

A perda ou quebra muscular ocorre quando a quebra da proteína excede a síntese de proteína muscular.

A perda de massa muscular é um sinal de desnutrição e ocorre com infecções crônicas, câncer, períodos de jejum e como parte natural do processo de envelhecimento. 

Nos humanos, o BCAA é responsável ​​por 35% dos aminoácidos essenciais encontrados nas proteínas musculares. Eles são responsáveis ​​por 40% do total de aminoácidos que seu corpo precisa.

Portanto, é importante que os BCAAs e outros aminoácidos essenciais sejam substituídos durante os períodos de perda de massa muscular para interromper ou retardar sua progressão.

5.  Ajuda no tratamento da cirrose hepática

Os BCAAs podem melhorar a saúde de pessoas com cirrose, uma doença crônica na qual o fígado não funciona bem.

Estima-se que 50% das pessoas com cirrose desenvolverão encefalopatia hepática, que é a perda da função cerebral que ocorre quando o fígado é incapaz de remover  as toxinas do sangue.

Embora certos açúcares e antibióticos sejam o tratamento para a encefalopatia hepática, o uso do BCAA também podem ajudar as pessoas que sofrem da doença.

Conclusão:

Os aminoácidos de cadeia ramificada (BCAAs) são um grupo de três aminoácidos essenciais: leucina, isoleucina e valina.

Eles são essenciais, o que significa que não podem ser produzidos pelo seu corpo e devem ser obtidos de alimentos ou suplementos

Os suplementos de BCAA serve para construir músculos, diminuir a fadiga muscular e aliviar a dor muscular pós treino.

Eles também têm sido usados ​​com sucesso em um ambiente hospitalar para prevenir ou retardar a perda muscular e para melhorar os sintomas da doença hepática.

LEIA TAMBÉM:

Baixe GRÁTIS o e book do mestre Fernando Sardinha e tenha melhores resultados no seu treino!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.