Batata doce para ganhar massa muscular

Compartilhe nas redes sociais!


O consumo da batata-doce por frequentadores de academia, praticantes de musculação e fisiculturismo deve-se ao fato do tubérculo não possuir alto índice glicêmico, garantindo-lhe a propriedade de fornecer uma boa quantidade de energia de maneira constante e moderada durante a atividade física.

O índice glicêmico moderado da batata-doce faz com que a insulina no nosso organismo também seja liberada gradativamente, sem promover o acúmulo de gordura abdominal — leia-se barriga…
Acompanhar a batata-doce com frango também é um sucesso no cardápio dos malhadores de plantão, principalmente entre os praticantes de musculação. Isso porque a associação dos dois, além de promover o ganho de massa muscular, também evita o acúmulo de gordura. 

Essa combinação é realmente muito interessante sob o ponto de vista nutricional mas ela não deve estar de maneira muito monótona nas refeições. Porque o que se percebe é que ela faz parte do café da manhã, do almoço e do jantar, inclusive até mesmo de lanches. Essa monotonia do frango com a batata-doce de uma maneira muito intensa durante as refeições que não é tão interessante”, comenta a nutricionista Rita Castro.

Várias outras propriedades da batata-doce favorecem o desempenho do atleta e a saúde de uma forma geral. Uma delas é a formulação de micronutrientes:  o cálcio presente nela é importante para as contrações musculares e para os ossos; já o potássio serve para a regulação do metabolismo; e o fósforo é um mineral ideal para o fornecimento de energia. 


 Guia de nutrição

“Além do carboidrato, que é o substrato para a energia, a gente precisa do fósforo, que é esse componente que vai realmente gerar essa energia no nosso corpo. Além de conter vitamina C, a  batata-doce contém também vitamina A, o betacaroteno, que é um antioxidante, extremamente fundamental”, comenta Rita Castro, ressaltando ainda que o nosso organismo necessita de um bom aporte de antioxidantes após a atividade física, já que os exercícios geram muitos radicais livres. 

“É realmente um alimento  que contém nutrientes fundamentais para quem pratica atividade física. O grande problema é o uso excessivo. O ideal é você variar os carboidratos ao longo do dia nas refeições”, recomenda Rita. “Nosso corpo precisa dessa variação das vitaminas e minerais para, inclusive, favorecer o processo de crescimento muscular, da atividade física bem realizada.”


Sem exageros


Outro ponto importante da batata-doce, ressaltado pela nutricionista Rita Castro, é sua grande quantidade de fibras, o que ativa a saciedade, diferente de outros tipos de carboidratos. Isso faz com que não sintamos muita fome por um bom período após sua ingestão. “Por isso ela é muito bem utilizada também para planejamentos dietéticos que visam emagrecimento. As fibras têm esse papel de controlar nossa saciedade. E também controla os índices de colesterol em nosso corpo.”

Mas Rita Castro indica evitar exageros, já que em uma refeição é preciso ter todos os nutrientes — boas fontes de proteína, carboidrato, vitaminas e minerais. “Não é só o fato de acrescentar batata-doce na sua refeição que vai fazer você emagrecer”, pondera a nutricionista, indicando ainda a forma ideal de montar um prato.

“Seria a batata-doce, se você já come o arroz, come a macaxeira, então seria a batata-doce a fonte de carboidrato; então teria realmente que retirar o arroz como a fonte do carboidrato, com uma proteína, o frango ou uma carne magra, e junto com eles os legumes e as verduras, que seria uma boa combinação. E não acrescentar. Se você já come arroz, já come feijão, mais batata-doce então isso já causaria um excesso”, diz Rita Castro. 

 Guia de nutrição

Por que a batata-doce é tão popular entre os frequentadores de academia, praticantes de musculação?
A batata-doce é muito consumida pelo seu teor de carboidrato, o que a gente chama de índice glicêmico. No caso da batata-doce, ela tem o índice glicêmico entre baixo e moderado. Além de ter a praticidade de levar para qualquer lugar. Pessoas de academia, fisioculturistas, gostam de consumir a batata-doce com frango para ajudar na síntese protéica; ou seja, no aumento da massa muscular. Além de que a batata-doce, tanto não só para o pessoal de academia, fisioculturistas ou corredores, ela tem muito potássio, é rica em vitamina A, além do carboidrato em si. Sem falar no sabor. Pode ser feitos outros alimentos, como o sorvete da batata, utilizando só água, batida no liquidificador.

Como ela é mais consumida? É na hora do almoço ou tem um horário específico?

A batata-doce é ideal para ser consumida antes do treino, da academia ou corrida, pois como o índice glicêmico dela é baixo ou moderado, então absorção dela é mais lenta, o que é ideal para um treino mais longo. Se for, no caso, um treino que dure duas horas, por exemplo, você pode consumir a batata uma hora antes para poder ter aquela liberação do índice glicêmico do carboidrato, da energia. Ela vai liberando gradualmente.

Então, independente do almoço, eu posso comer a batata-doce antes de malhar?

Você pode passar a consumir a  batata como se fosse um lanche. Almoça meio dia, vai treinar às três, consome a batata à 14 horas. 

Além de sorvete, existem outras receitas que o pessoal prefere?

A batata cozida é mais fácil de ser levada para qualquer lugar. Mas se você vai consumir no almoço, pode trocar a batata por um purê. É gostoso, fácil de fazer. E, se quiser, estiver em casa, quiser consumir mais tarde, faz um sorvete de batata doce. Bate a batata no liquidificador apenas com água; faz aquele sorvetinho, dindim ou poli, como a gente chamava antigamente, e utiliza como seu lanche.  

Tem alguma restrição de horário ou quantidade ao dia?

Sempre vai depender do tipo de treino, da sua dieta, mas você pode comer batata-doce praticamente em qualquer horário. Sendo que, se você está fazendo uma dieta onde quer perder peso, vamos evitar essa batata à noite, antes de dormir. Vamos consumi-la pela manhã, no café, ou no almoço, ou cem gramas antes do treino. É uma quantidade razoável. 

Tem alguém que não pode comer, que não seja recomendado?

Não, não tem problema. Até o próprio diabético, que tem problema com o doce, devido ao amido da batata, mas ele não tem problema de comer. Só que ele tem comer moderadamente. Comer uma rodelinha, duas, não vai ter problema nenhum.


Fonte: http://tribunadonorte.com.br/noticia/batata-doce-poderosa/286959?utm_campaign=noticia&utm_source=rel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.